Loading Loading...
 

PLATAFORMAS – Plataformas tecnológicas e modelos de negócio emergentes: novos modos de criação e apropriação de valor na indústria Biomédica

 Inovação, Conhecimento e Trabalho
Palavras-Chave: variedade; interdependências; plataformas tecnológicas; clusters baseados nas indústrias

Coordenador(a): Muriela Pádua

Equipa DINÂMIA’CET-IUL: Cristina Sousa, Margarida Fontes

Outros Membros: Nuno Manuel de Castro Santos Arantes e Oliveira; Bruno Miguel Alves Fernandes do Gago

Parcerias: Instituição Proponente - Instituto Superior Técnico (IST) - Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento (IN+/ISR Lisboa/IST/UTL); Universidade de Aveiro (UA); Associação Portuguesa de Bioindústrias (APBio)

Entidade Financiadora: Fundação para a Ciência e a Tecnologia - FCT

Data de Início: 02/2014  Data de Finalização: 01/2015

Este projeto investiga o papel das plataformas tecnológicas provenientes da ciência na geração de variedade e os mecanismos e processos pelos quais esta pode ser efetivamente explorada, ou seja, originar novas oportunidades de mercado e levar ao crescimento económico. O objetivo é abordar um problema crucial das economias de desenvolvimento intermédio, onde a fraca capacidade para concretizar a exploração efetiva das novas oportunidades tecnológicas, traduzindo-as em variedade de atividade inovadora, é um obstáculo ao desenvolvimento de industrias baseadas na ciência. É também proposto que as plataformas tecnológicas que emergem da ciência podem ter um papel importante na criação de interdependências, uma vez que são espaços que fomentam a geração de variedade e simultaneamente proporcionam um dispositivo de focagem para exploração dessa variedade. Este último aspeto é particularmente crítico nas economias intermédias e, portanto, o projeto coloca especial ênfase na forma como a exploração da variedade pode ser alcançada e no papel dos diferentes mecanismos de criação de interdependências, ou seja, no desenvolvimento de ligações a montante (ciência) e a jusante (mercado). O processo de desenvolvimento da indústria biomédica em Portugal foi escolhido como contexto empírico. A análise incidirá sobre o modo como os processos de desenvolvimento de interdependências levam à variedade, produzindo resultados tecnológicos e de mercado e sobre o papel dos novos modelos de criação e apropriação de valor nestes processos. Esta pesquisa exploratória permitirá ainda testar, validar e melhorar a nossa abordagem, fornecendo um instrumento teórico-metodológico robusto que pode, posteriormente, ser aplicada à análise da indústria no seu todo.
 n.a.
n.a.