Loading Loading...
 

Conferência

No dia 28 de Fevereiro terá lugar na sala AA329 do ISCTE-IUL, às 14h30, uma Conferência proferida por Duarte Gonçalves dedicada ao tema:  Consumir ou Não Consumir? Factores Determinantes da Propensão Marginal a Consumir e Distribuição de Rendimento.

A propensão marginal a consumir (PMC) traduz a relação entre consumo e rendimento disponível, sendo que, nos estudos macroeconómicos, se assume que esta relação entre consumo e rendimento disponível é estável e, assim, se constitui como um parâmetro e não uma variável em si. Contudo, J. M. Keynes, na sua obra Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda, identificou diferentes factores que poderão influenciar a PMC, isto é, apontou para a sua natureza mutável.

Nesta comunicação, revisitar-se-á o pensamento original de J. M. Keynes para procurar aferir a importância de diferentes elementos na explicação da variação da PMC. Utilizando dados referentes aos EUA, para o período entre 1947 e 2012, devido às limitações de dados disponíveis, a evidência empírica obtida por modelação OLS é consistente com as teses e intuições keynesianas, corroborando que incrementos na desigualdade, taxa de juro e rendimento disponível têm um impacto negativo sobre a propensão marginal a consumir

Mais informações