Loading Loading...
 

Aula Aberta

Casa na Rua da Alegria, PortoInês Pimentel
29 Outubro | 11.00
Auditório B 204 | ISCTE-IUL

Entrada Livre


Unidade Curricular: História da Arquitectura Portuguesa
Ciclo Aulas Abertas: “Arquitectura Portuguesa: identidades”
Coordenação Cientifica: Paula André

Resumo: O edifício foi construído na primeira metade do século XX e era uma típica casa burguesa do Porto que, após décadas de abandono, se encontrava muito degradada. A estrutura e as carpintarias interiores estavam em bom estado, permitindo preservar a essência da construção.A intervenção de reabilitação respeita a tipologia original e adapta-se a ela ao instalar novas infra-estruturas. A flexibilidade tipológica do edifício dá resposta a uma das premissas do projecto, a polivalência do edifício.Ao nível da linguagem arquitectónica, a intervenção recria o ambiente da época de construção do edifício, tira partido da expressividade dos materiais, das cores e do tipo de remates que se utilizavam, e reforça a hierarquia espacial própria das “Casas do Porto”. Os novos elementos são uma reinterpretação dos originais, tendo como referência a sua forma e proporções.

Ficha Técnica:
Promotor: OSMINERGIA – Projectos, Equipamentos e Sistemas Lda.
Arquitectura: INÊS PIMENTEL ARQUITECTURA

Especialidades: SE2P – Sociedade de Engenharia, Projectos e PlaneamentoConstrução: Albano Correia da Silva – Construção Civil; Daniel Oliveira & Fernandes – Carpintaria Mecânica, Amadeu & Silva – Instalações Hidráulicas
Data de conclusão: Novembro de 2013
Fotografia: ARMÉNIO TEIXEIRA

Nota Curricular: 
Inês Pimentel, nasceu no Porto em 1979; Arquitecta pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto em 2005; Realizou estágio curricular no âmbito da licenciatura, de Agosto de 2002 a Fevereiro de 2003, como colaboradora no Centro de Estudos da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (CEFA UP), participando em projectos sob a direcção do Prof. Nuno Portas e coordenação do arquitecto Luís Viegas; Trabalhou como colaboradora no escritório do arquitecto Nuno Brandão Costa em Junho e Julho de 2003 e entre Janeiro de 2004 e Fevereiro de 2006; Exerce actividade profissional como autora desde 2006.